A redução de peso é provavelmente a resolução de Ano Novo mais popular. É como se fosse um hábito: em Janeiro a dieta começa, mas termina rapidamente em Fevereiro no Valentine’s Day.

Por que é tão difícil?

Há diversas razões, mas falaremos hoje de uma pouco explorada (além de não comer corretamente ou exercitar suficientemente): pode ser que tenhamos um transtorno de ansiedade que nos faz apelar para comer compulsivamente na tentativa de lidar com o problema, ou um transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP).

Você provavelmente em algum momento da sua vida fez uma dieta. Pode ter sido vítima de diferentes tipos de tratamento, muitos deles oferecendo soluções milagrosas e sem comprometimento com a pesquisa e a ética. Pode ter sucedido (por pouco tempo) ou pode ter fracassado, mas certamente não deve ter aplicado técnicas cognitivas, emocionais e comportamentais.

Será que essa técnica pode te ajudar?

CBT (Cognitive Behavior Therapy)

A terapia cognitivo-comportamental baseia-se no conceito que a maneira como as pessoas pensam afeta o que elas sentem e fazem.

É a psicoterapia mais praticada mundialmente, e ela pode também ser usada para redução (e manutenção) de peso. O terapeuta treinado nessa técnica mantém uma atitude empática em relação às dificuldades e necessidades do cliente e apresenta a terapia como um trabalho em conjunto, no qual ambos terão uma participação ativa na detecção das causas das dificuldades.

O tratamento é moldado de acordo com cada cliente e é um tratamento de embasamento psicológico.  Portanto não faz-se necessário a montagem de um plano de dieta o qual inclui definir o que comer ou não. Esse programa trabalha com qualquer dieta e foca no pensamento e o comportamento.

O que esperar desse programa?

Clientes podem esperar um programa de no mínimo 6 semanas onde cada encontro semanal com o terapeuta leva a um aprendizado de uma habilidade diferente.

O início da dieta somente começa na terceira semana quando o cliente e o terapeuta já terão lidado com vários aspectos psicológicos. É importante trabalhar com um profissional licenciado em saúde mental e que tenha sido treinado em terapia CBT pois às vezes outros problemas emocionais vêm à tona no decorrer do tratamento e precisam ser explorados em contexto de terapia.

O sucesso do programa é medido através da redução do peso em si mas também da redução do nível de ansiedade que leva ao consumo compulsivo de alimentos.

Clientes apresentam melhores relacionamentos interpessoais e uma melhor autoestima, uma vez que também se percebe uma melhoria na visão negativa do corpo como consequência de alto peso. Sem dúvida que fazer terapia cognitivo-comportamental para perda de peso é benéfico e existe evidência .

Se você estiver prestes a tentar uma nova dieta, talvez você possa pensar num tratamento diferente dessa vez. Entre em contato comigo para uma consulta grátis e juntos avaliaremos se esse programa pode funcionar para você também.

Afinal, quantas outras dietas diferentes você vai tentar?