Esta brilhante frase não é minha, eu a li esta semana em um post do professor Frank Bacurau. Mas eu adoraria que fosse. Nesta frase o professor conseguiu unir dois ditados muito populares e ainda incluir a ideia de que os exercícios são fundamentais para a prevenção de enfermidades.

E falando em prevenção, acho interessante falar um pouco mais sobre o significado dessa palavra. Prevenir algo significa ter atitudes que evitem a enfermidade, diferente de obter o diagnóstico precoce. Isso é muito importante porque apenas fazer os exames anualmente não previnem nada, apenas fazem o diagnóstico precoce e assim o tratamento tem maior chance de dar certo. Os exercícios sabidamente trazem muitos benefícios para quem os pratica. Posto isto, vamos falar de exercícios que é a melhor forma de realmente prevenir as enfermidades.

Infelizmente as pessoas que não fazem exercícios não buscam informações sobre exercícios e isso me parece até natural. Por outro lado, as pessoas que gostam de fazer exercícios e trabalham com exercícios gostam de postar fotos e informações de exercícios extremamente intensos e que realmente são difíceis de praticar. Na minha opinião é por isso que poucas pessoas que não fazem exercícios iniciam a sua prática, a ideia que passa é que é difícil, doe no dia seguinte e você tem que ser muito resistente (as vezes tem mesmo) para poder fazer. 10 entre 10 fotos de exercícios nas redes sociais mostram corpos talhados e perfeitos a base de muita dedicação. Com certeza isso não é para todo mundo e nem todo mundo pode fazer. Mas também, vai você postar uma foto de uma senhora já com sua barriguinha e celulites fazendo exercícios na praia e veja quantos “likes” você ganha. Poucos, muito poucos. Se você deseja começar a fazer exercícios e quando busca informações encontra na sua maioria, fotos de pessoas com corpos perfeitos, todos dizendo que tem que doer, que é sacrificante, claro que vai desistir. Eu também desistiria.

Na verdade, não é assim sempre e nem precisa ser assim. Essa ideia de dor, sacrifício é errada e antiga. Hoje em dia até os atletas de alto rendimento treinam menos horas que antigamente. O nosso nadador medalhista Gustavo Borges, declarou em entrevista que os nadadores olímpicos treinam hoje menos da metade do tempo que ele treinava. Isso significa que as pesquisas têm mostrado que quando o exercício é bem prescrito, analisando o objetivo e as possibilidades, eles não precisam ser tão intensos quanto se pensa e o melhor é que ter saúde não significa ter corpos esculturais. Muitas vezes é até ao contrário, pois muitas pessoas conseguem esses corpos tão sonhados usando substâncias ilícitas e se alimentando de forma muito errada.

Para ter saúde sempre, ou seja, prevenir doenças é necessário fazer atividade física sim, como caminhadas, pedaladas, yoga, Pilates, danças, exercícios localizados e tantos outros tipos que não são extenuantes. Basta procurar profissionais que possam prescrever e ensinar o exercício adequado para você.