Uma análise sobre dois tipos de escolas públicas nos E. Unidos.

Atualmente cerca de 49 milhões de crianças pertencem ao sistema escolar publico americano e somente 6 milhões ao sistema privado. Nas últimas décadas, diferentes tipos de escolas foram criados e isso passou a ser mais um quesito de escolha que causa dúvida e confusão para o americano.  Que dirá para o brasileiro imigrante.

Como o próprio nome diz, a escola pública obtém financiamento através de fundos obtidos pelo governo, que por sua vez são financiados pelos impostos pagos pelos contribuintes.

A escola pública atende um distrito especifico, normalmente definido pelo CEP de residência (zip code).  Dependendo de onde você mora, o seu “zip code” vai determinar qual escola se matricular, a qual não pode recusar sua admissão baseada em localização geográfica.  Os pais devem estar preparados para receber uma lista de material escolar que eles devem comprar no início do ano escolar (normalmente em Agosto).

É pré-requisito que em 1 de Setembro do ano corrente a criança tenha completado no mínimo 5 anos de idade para poder se matricular no Jardim de Infância (Kindergarten).

Na categoria de escolas públicas encontram-se a “Charter” e a “Magnet”

1) Charter Schools

Esse tipo de escola é relativamente novo, começou a aparecer nos anos 90. São escolas públicas na essência, mas são independentemente operadas por pais, professores, organizações comunitárias e até por empresas de fins lucrativos.

As escolas recebem financiamento dos impostos do governo mas também recebem financiamento privado. Não é cobrada mensalidade. O currículo precisa ser o mesmo das demais escolas públicas. Normalmente são consideradas melhores escolas e podem se especializar em uma área particular, como matemática, artes ou música.  Algumas Charter Schools trabalham com alunos especiais.

As salas podem ter menos estudantes que as escolas públicas tradicionais. Existem atualmente cerca de 3.000 Charter Schools nos E. Unidos.  Para algumas escolas o processo de seleção é através de loteria, caso a procura seja maior que o numero de vagas.

Charter School é sem dúvida uma alternativa para educadores, famílias e para a comunidade que não está satisfeita com a qualidade da educação nas escolas públicas ou com a burocracia que encontram  para fazer mudanças rapidamente. As escolas Charter adotam várias práticas das escolas privadas e são mais flexíveis e mais rápidas para corrigir problemas. Para mais informações, visite The National Charter School Resource Center.

2) Magnet Schools

Essas escolas foram criadas na década de 70 para ajudar com a desagregação das escolas, quando era preciso encorajar crianças a frequentar escolas fora da sua comunidade.

Conhecidas por seus programas especiais de alto padrão acadêmico, estudantes que queiram aplicar para essas escolas devem passar por um teste rigoroso e um processo de aplicação, mas que sem dúvida vale muito a pena, pois seu filho(a) estará nivelado com estudantes que vieram de programas mais rigorosos e se beneficiará da companhia dos mesmos.

Algumas escolas Magnet tem acomodações (dormitórios) para que estudantes de outras comunidades possam frequenta-las. O legado da diversidade continua até hoje nas escolas Magnet. Para maiores informações, visite Magnet Schools of America.

Qual o melhor tipo de escola?

A melhor maneira de responder essa pergunta seria basear-se em uma estatística nacional que pudesse ilustrar uma direta relação entre tipo de escola e sucesso acadêmico. Não é possível garantir que a escola é a única responsável por esse sucesso, e sim uma combinação de fatores, incluindo professores, tipo de escola, comportamento social, bem estar na família, alimentação e envolvimento dos pais na vida de seus filhos.

O melhor é assegurar que a escola, seja ela pública regular, charter ou magnet, tenha programas acadêmicos que ajudem seu filho na área que lhes interesse, assim como pesquisar a pontuação (rating) que a escola tem.  Sem contar que é imprescindível que os professores demonstrem interesse pelo bem estar do sistema de educação (não somente o interesse por crianças individualmente).

Em escolas públicas haverá uma diversidade na experiência educacional comparado com escolas privadas. Para muitos, isso é uma vantagem, pois seu filho aprende desde cedo a lidar com diferentes culturas e etnias e estará mais exposto e preparado para lidar com o mundo que vivemos hoje em dia. Porém há certos pais que preferem manter seus filhos em um grupo de crianças mais homogêneo. Problemas existem em qualquer escola ou grupo, o que irá ajudar é o grau de envolvimento dos pais na vida escolar de suas crianças.

Todo cuidado e interesse que você possa ter pela vida escolar de seu filho nos E. Unidos influi diretamente no resultado que ele terá academicamente.

Boa sorte!

Sobre Anna Schäfer

AvatarAnna Schäfer é Diretora de Conteúdo no Brasileirinho. Anna tem mais de 15 anos de experiência em Melhoria Contínua, Cadeia de Suprimento e Excelência Operacional com atuação extensiva na indústria de aviação. Anna é certificada em Six Sigma Black Belt pela American Society for Quality e também é auditora certificada pela SAI Global para o standard AS9110B. Além de certificações e experiência, Anna tem um MBA em Melhoria de Processos pela Nova Southeastern University e bacharelado em Relações Internacionais pela Florida International University. Para mais informações ou para entrar em contato, envie um email para: [email protected]