Filhos são herança do Senhor diz a Bíblia sagrada.  Mas não falaremos aqui de religiões e sim da grande decisão de se ter um filho, dois, três…

Você já parou para pensar em quanto custaria ter um filho por aqui? $100? $1.000? $10.000? $100.000? Está preparado para saber a resposta?

Esse custo certamente varia de estado para estado e de hospital para hospital. E mais, dependendo do tipo de plano de saúde que você possui (por exemplo, a carência que é cobrada), do tipo de parto (normal, cesariana, múltiplo …) e possíveis complicações.  Também é importante entender que você receberá várias contas separadas, relacionadas ao parto e nascimento do bebê.  Essas cobrarão pelos diferentes tipos de serviço que foram prestados:

Porém minha intenção neste artigo é alertar sobre os gastos que você terá depois que o precioso anjo já estiver sendo embalado em seus braços.

Quero abrir um parênteses primeiro para informar aos pais brasileiros que viajam nos últimos meses de gravidez para os E. Unidos para garantirem a cidadania dupla ao filho, que vocês terão que desembolsar uma pequena fortuna.  As agências especializadas em partos para brasileiras na cidade onde moro, ressaltam que os preços são altos porém garantem que muitos brasileiros mais “afortunados”, aqueles que desembarcam todos os dias trazendo em sua bagagem a ansiedade de levar para o Brasil um filho americano pagam e não custa pouco. Há três “pacotes” disponíveis: o parto natural, que sai por US$ 9.840 (cerca de R$ 37.800); a cesárea, US$ 11.390 (R$ 43.700); e o múltiplo (gêmeos ou mais), US$ 14.730 (R$ 56.600).

Não podemos deixar o nervosismo ou amor nos cegar, certo?

De acordo com estimativas recém-liberadas do Departamento de Agricultura dos EUA os pais tem um custo de $245.000,00 aproximado, desde que seu filho nasce até que ele termine o Colegial.( High School).  E não estamos falando da segunda fase quando o “bebê” vai para a universidade.

Então esta é a tabela aproximada: 

Custo médio de criação de uma criança atinge US $ 245.000
Habitação e transporte 107.970,00
Assistência à infância e educação 44.400,00
Alimentação 39.060,00
Vestuário + diversos 33.780,00
Seguro de Saúde 20.130,00

E todos os dias nascem mais e mais crianças por todo o país.

Indo direto ao ponto, o caro leitor deve imaginar que eu só penso em $$$$ e que a FELICIDADE de ser tornar Mamãe e Papai eu não estou levando em conta. Mas ja pensaram que nem todos podem ter um final de semana “relax” e planejar seus pimpolhos??

Adoção? Nem sempre é o que o casal deseja.

Então …

Se você ou seu parceiro tem um problema de fertilidade, técnicas de reprodução assistida podem oferecer-lhe a chance de ter um filho muito desejado. Como as taxas de sucesso do tratamento continuam a melhorar, mais e mais casais estão optando por tomar esse caminho.

Felizmente alguns estados aqui já estão ajudando a ter o tão sonhado bebê.  Os moradores de Massachusetts, por exemplo, podem realizar o sonho um pouco mais facilmente, graças a um mandato do estado.  O mandato “Massachusetts Fertilitty”, que exige que as empresas de seguros reconheçam a infertilidade como uma doença coberta.

Aqui em Coral Springs /FL. Temos um caso bem interessante e de verdadeiro “milagre”, atestado pelo Casal “Andrade.

Eles tentaram ser pais por mais de uma década e como na Florida ainda não tem seguro de saúde com cobertura que propicia a técnica de reprodução,  eles foram orientados a visitar Massachusetts onde também vivem familiares. (detalhe: se você não vive no estado de Massachusetts você tem que contar com a ajuda de um familiar, porque o hospital necessita de um telefone e um endereço comprovado.  Foram super abençoados, segundo palavras do Sr. Andrade e da esposa Ticciana; a ansiedade normal e a dependência em Deus fizeram os dois ainda mais unidos e fortes na busca das resoluções.

O tratamento foi um pouco longo, porém assistido por profissionais qualificados e com a esperança renovada a cada nova manhã, conta a mamãe hoje menos assustada Ticci Andrade, que no primeiro ultrassom onde revelou-se que eles não teriam um bebe mas sim “3” deixou-os bem surpresos além de amedrontados pelos riscos e também pelo custo que os três bebes iriam gerar.

A gravidez veio acompanhada de riscos, porem eles mencionam que a alegria de serem pais sempre os manteve confiantes de que os três bebes nasceriam bem, segundo os médicos que os assistiam a probabilidade de ter crianças com problemas raros eram maiores do que ter crianças saudáveis. Porém a batalha só estava sendo iniciada e o medo e as incertezas dos profissionais não geravam insegurança ao casal. 25 semanas depois do primeiro susto, os pais então receberam Victoria(680 gramas), Samuel(780 gramas)e Sophia (723 gramas).

voces-estao-preparados-para-se-tornarem-papai-e-mamae-2O Sr. E a Sra Andrade não só ganharam preocupações vindas com a chegada dos trigêmeos, mas também um exército de colaboradores que com um schedule literalmente organizado os problemas pareciam menores a cada novo desafio, os bebês estiveram no tratamento de terapia intensiva por alguns meses, e quando foram para casa os detalhes e as surpresas só multiplicavam.  A sala do casal se converteu em uma enfermaria móvel. Porém como pessoas especiais aparecem quando se faz necessário, amigos e até pessoas que nem tinham um relacionamento intimo com a família se prontificaram a ajudá-los… Foram noites em claro, foram momentos entre cirurgias e medicamentos, foram dias infindáveis, mas a União do casal, a fé em Deus que os mantém ate hoje crendo que tudo foi o grande milagre esperado pelos dois, fazem da casa deles um lar triplicado de emoções.

Se você tem ou gostaria de ter um bebê ja está informado de quanto basicamente vai gastar quando a cegonha trouxe-lo para você.  Agora tente imaginar esta família que passou a ver escola, roupas, calçados, remédios, e festa de aniversario multiplicados por 3 🙂

Precisamos pensar em $$$ ou não? Quando decidimos ser Pais?  …Talvez vocês amem ser pais de “peludos” .  Falo sobre isso no meu próximo artigo.  Esperem por mim.


Quer saber mais sobre Adaptação à Cultura Local? Curta nossa página do Facebook.