No artigo anterior falei sobre a minha experiência nesses nove anos em que trabalho como professora do Coral Springs Montessori, as razões pelas quais gosto muito do meu trabalho e porquê acho que o Montessori deve ser uma boa opção para  crianças que não conseguem se ajustar aos métodos de ensino tradicionais.   Hoje eu vou falar um pouco de como as matérias são introduzidas às crianças.

As matérias (ou disciplinas) são:

  • Vida Prática
  • Sensorial
  • Matemática
  • Lingua Inglesa
  • Geografia e Ciências
  • Artes

Vida Prática

Basicamente é o que entendemos como tarefas práticas do dia a dia. Alguns exemplos:

  • Aprendem a cuidar de si mesmas: amarrar seus sapatos, fazer malas, lavar as mãos, vestirem-se sozinhas
  • Cuidar do meio ambiente: limpar as folhas de uma planta, varrer o chão, lavar vasilhas, lustrar um espelho, preparar uma mesa
  • Tratar pessoas com cortesia e educação: cortar maçãs e oferecer um pedaço ao colega sempre usando boas maneiras, serem solidários e cuidarem dos outros
  • Habilidades Motoras: lições que ajudam a fortalecer os músculos dos dedos (fine motor skills) para que possam, futuramente, segurar o lápis com firmeza ao escreverem, por exemplo.

A maior parte das lições é executada da esquerda para a direita, pois é assim que lemos;  e todas tem o objetivo de ensinar independência, equilíbrio, concentração, senso de ordem, responsabilidade e criatividade. Ou seja, tudo aquilo que é considerado requisito para se obter sucesso na vida.

Sensorial

Nessa disciplina, as crianças aprendem lições que exploram os sentidos. Elas tem lições que as ajudam a desenvolver a audição, o gosto, o tato, o olfato e a visão. Um exemplo: temos uma lição de potes com vários objetos dentro: alguns tem feijões, outros areia, outros sininhos, algodão, etc. Existem dois potes com feijão, dois com areia, dois com algodão, etc. Os potes não são transparentes e são idênticos à primeira vista.   As crianças têm que descobrir quais são os dois potes de feijão, os dois de algodão, etc. apenas usando a audição ao sacudir os potes e compararem os sons. Quando conseguem identificar todos, a lição está completa. Na área Sensorial também temos lições que acabam se relacionando com Matemática. Exemplo: colocar em ordem uns blocos de madeira que se diferenciam um do outro pela largura, comprimento, peso, etc. É bem interessante!

Matemática

Nessa matéria as crianças começam aprendendo sobre números e seus valores. Um número não significa nada para uma criança se ela não souber o que ele realmente representa. As lições para iniciantes são bastante concretas e aos poucos vão ficando mais abstratas. As crianças aprendem o sistema decimal e já tive crianças de 5 anos aprendendo até divisão! Tudo de acordo com o interesse e o preparo delas. Algumas lições que temos nessa área: par/impar; adição, multiplicação, subtração e divisão; hora, dinheiro, álgebra,  problemas, etc.

Lingua Inglesa

O currículo Montessori é baseado em fonética. Nós ensinamos às crianças os nomes das letras do alfabeto mas o que enfatizamos é o som das letras. O som é que vai ajudá-las a aprender a ler. Consequentemente elas aprendem a identificar o som inicial do nome de cada objeto. Depois elas começam a juntar dois e três sons e estão preparadas para ler palavras de 3-letras. Ai o céu é o limite! As crianças aprendem a formar frases e começam a usar sua criatividade e a escrever pequenos textos. Não é garantido que toda criança vai aprender a ler no Kindergarten. Algumas começam até antes e outras adquirem fluência no primeiro ano. Vai depender muito do esforço e interesse individual de cada criança. A professora oferece todas as ferramentas necessárias para que isso aconteça mas depende muito da criança mesmo.  O bom do Montessori é que não existe competição. Cada um se desenvolve no seu próprio ritmo.  Maria Montessori dizia “Follow the child” (Siga a Criança) e nós as seguimos.   Nós vamos para onde a criança está pronta para ir.

Geografia e Ciências

Em Geografia e Ciências as crianças aprendem sobre diferentes culturas, continentes, nomes de países, línguas faladas, formações geográficas (península, golfo, baia, arquipélago, ilha, etc.), grupos de animais, magnético/não magnético; espécies vivas ou não, partes do corpo, partes das plantas, os animais, e ciclos de vida.

Artes

Qual a criança que não gosta de Artes? Essa área é como um playground para elas, porque elas adoram criar! Elas refinam suas habilidades motoras, a capacidade criativa, independência, concentração e ordem nessa área. Elas pintam, recortam papéis, colorem, colam, desenham, fazem pulseirinhas com miçangas, trabalhos de mosaico com papel colorido de seda, etc. Enquanto elas se divertem, estão aprendendo e se aprimorando em várias habilidades.

Numa próxima oportunidade falarei sobre requisitos para matrículas nessas escolas , assim como darei sugestões de alguns estabelecimentos apontados nas pesquisas como sendo de boa reputação.   Até a próxima!