Sempre gostei muito de receber amigos em casa! E cada vez eu me preocupava com pequenos detalhes; a combinação das cores, texturas, pequenos mimos para os convidados… coisas que para mim eram tão simples que eu nunca percebi que para as outras pessoas podiam ser tão especiais… E mais, eu nāo acreditava que alguém pudesse pagar por algo que para mim era tão simples de fazer.

Amigos sempre insistiam que eu deveria transformar a minha paixão em negócio. E eu pensava: será mesmo?”

Dez anos depois e por insistência de uma amiga querida, transformei um hobby, uma paixão, em um negócio rentável.

E como começar? 

A primeira coisa é fazer uma pesquisa em sua área de atuação desejada e ver quem são os seus futuros concorrentes, o que eles oferecem, a qualidade do serviço e principalmente o custo dos mesmos.

Na área de decoração e planejamento de eventos, a gama a ser oferecida é muito vasta.  Você pode se especializar somente em decoração, ou realizar todo o planejamento de seu cliente, desde a criação do convite à coordenação do evento no próprio salão ou hotel.

De uma maneira ou de outra, neste negócio a qualidade e originalidade de seu trabalho contam muito. Conheço profissionais que se especializaram em festa infantis, outros escolheram casamentos.  No entanto os mais bem sucedidos nesta área atendem a qualquer tipo de evento. A criatividade com que você apresenta um projeto ao seu futuro cliente fará toda a diferença.

Procure por inspiração na internet, mais precisamente no Pinterest, e desenvolva o seu estilo a partir dai. A melhor forma de começar este negócio é montar uma amostra de seu trabalho para futuros clientes.
Faça pequenas festas para familiares e amigos, ofereça seus serviços de decoração e planejamento.  A pessoa fica responsável pelo custo do material e você oferece seu serviço gratuitamente… desta forma você vai montando um “portfolio” para seus clientes e começando a divulgar o seu trabalho (ninguém precisa saber que você está fazendo um trabalho de graça).

Neste negócio, o famoso e antigo “boca a boca” ainda é a melhor forma de divulgação.

Ouse, procure novas tendências e desenvolva uma habilidade fundamental: aprenda a “vender o seu peixe.”

Organização de eventos exige que você tenha talento, criatividade e saiba vender. Sabendo vender e criando uma relação de confiança com seus clientes, as chances são que você será muito bem sucedido(a).  Eu tenho uma cliente para a qual realizei o chá de bebê e este ano (2015) fiz a festa de 9 anos desta mesma criança!

 

Este é um bom negócio mas, como último conselho, lembre-se que você estará trabalhando nos dias em que a maioria das pessoas estará de folga; esteja certo de que você nāo vê problema neste ponto antes de investir nesta carreira.

Num post futuro, darei mais dicas sobre documentação, certificação, seguros e outras providências necessárias para que o seu negócio possa ser exercido sem risco.

Boa sorte!