Verdade … envelhecer saiu de moda. Basta olhar rapidamente para o comportamento da maioria das pessoas e logo percebemos a luta para manter a aparência jovem. Esse movimento começou lentamente, mas hoje está alcançando proporções realmente alarmantes.

Para encontrar a fonte da juventude algumas pessoas são capazes de sacrifícios financeiros, físicos e até colocando a vida em risco. Os tratamentos que prometem recuperação ou manutenção da aparência são muitas vezes caros e doloridos. Independentemente dos resultados bons ou não eles continuam sendo procurados.

Durante os atendimentos que faço como Coach, tenho encontrado alguns clientes que se mostram espantados quando digo que o envelhecimento promove algumas alterações metabólicas que são inevitáveis, como um menor gasto energético, diminuição da força muscular, facilidade no acúmulo de gordura entre outros. Parecem não acreditar que essas modificações não podem ser evitadas. E acreditem:  não podem ser evitadas. Muitas vezes conseguimos diminuir a velocidade do envelhecimento adquirindo hábitos de vida mais saudáveis, mas impedir não poderemos.

O intrigante disso tudo é entender por quê ficar velho saiu de moda. Acredito que a desvalorização do idoso é um dos fatores. Antes aquele que estava no mercado de trabalho há muitos anos era valorizado pela sua experiência, hoje ele é visto como acomodado.

A ideia é que os trabalhadores mais velhos podem não ter os mesmos conhecimentos de um jovem que acabou de fazer o último curso sobre o assunto. Antes permanecer no mesmo emprego por muitos anos era visto como um valor, pois era fiel à empresa e consequentemente um funcionário de confiança que conhecia profundamente o seu trabalho e a empresa.

Envelhecer saiu de moda

Hoje pode ser encarado como falta de ambição. E não é fácil se manter atualizado. A velocidade do aparecimento de novas tecnologias e novos conhecimentos é realmente grande. Acompanhar e se manter atualizado requer vontade e disponibilidade.

O aspecto visual é importante na avaliação inicial de qualquer pessoa. O ser humano tem uma visão muito desenvolvida e a usa com muita habilidade. Nosso cérebro faz associações muito rápida. Então, por exemplo, se no cérebro há a informação (visual) que pessoas que tem rugas e cabelos brancos são idosas e também a experiência de que algumas pessoas com essas características não têm conhecimentos atuais, é o suficiente para pressupor que pessoas com cabelos brancos e rugas podem não ser atualizadas. E esse pensamento predomina até que se prove o contrário.

O envelhecimento se tornou tão fora de moda que não aparentar a idade se tornou um ponto de inveja e admiração. Ser capaz de entender de tecnologia e ter mais idade, motivo de espanto. E as duas coisas juntas fazem a pessoa ser encarada como algo impressionantemente incrível.  No entanto, envelhecer é algo tão comum quanto viver. Se atualizar é o mesmo que estar vivo. Mas, aparentar ser uma pessoa de idade está sendo difícil para muitos.

Mais artigos de Ivani Manzzo:

Reposição Hormonal para Homens, o que os estudos dizem

Como devo me reidratar após os exercícios?

Está faltando bom senso …

Dietas ou Exercícios? O que é melhor?

O que você pode fazer para evitar as varizes?