Você aplicou para um emprego em uma companhia americana e te chamaram para uma entrevista.  Daí você começa a pensar no que fazer para ser diferente e deixar uma boa impressão …

O que dizer? Como responder às perguntas de uma forma criativa?

Muita calma nessa hora!

Normalmente entrevistas em grandes empresas americanas são feitas primeiro com recrutadores e depois com o “hiring manager”, que pode até convidar um painel de pessoas ou outros gerentes para lhe entrevistar.  Isso é um processo formal que requer que você siga um protocolo. A seguir, as figuras principais e a estratégia que você deve adotar para cada um:

O Recrutador

O ponto de partida. Pode ser interno (funcionário) ou subcontratado da empresa. Caso subcontratado, pode ser um ótimo aliado. Não conhece nada sobre o que você faz, a não ser que seja um recrutador com experiência na sua indústria. Responda as perguntas que lhe são feitas.  Responda tudo, menos quanto você ganha.  Jamais minta ou exagere fatos que provavelmente serão investigados.  Não tente aqui ser original ou “cute”.   Se você já chegou nesse ponto, é porque já existe um interesse por você e a sua obrigação é passar adiante para ser entrevistado pela pessoa principal, o “hiring manager”.  Não se arrisque dizendo algo que eles não querem ouvir.  Se disser algo muito diferente do normal, eles podem achar que você é um risco, a não ser em casos extremos de entrevistas em “startups” onde ser inovador é um requisito. Aqui você quer passar para a próxima etapa, só isso.

O Gerente de RH

As vezes pode ser que a empresa tenha tanto um recrutador e um gerente de RH ou pode ser que tenha somente um(a) gerente de RH. Essa pessoa não é sua aliada; ela cuida dos interesses da empresa e caso você seja contratado e acabar não sendo um bom profissional, essa pessoa não vai querer ser cúmplice nesse erro.  Exceto em casos raros,  um(a) gerente de RH se considera uma psicólogo(a), achando que pode avaliar candidatos após 5 minutos de entrevistas. A grande verdade é que no mundo atual, as entrevistas de emprego são ainda muito ultrapassadas; eles não são capazes de avaliar o seu potencial, deixando que boa parte desse processo caia nas mãos da sorte ou em um comparativo com outras pessoas.

Com um Gerente de RH você também não pode tentar ser “cute”.  Essa pessoa tampouco conhece o que você faz, e vai tentar fazer com que você fale algo que lhe desclassifique. Afinal, ela tem outras 400 pessoas para entrevistar e aqui também a obrigação dela é te passar adiante para o próximo entrevistador. Se você sentir que as perguntas estão muito subjetivas, tente responder o que eles querem ouvir. Por exemplo, para a pergunta clássica  (um tanto ou quanto pouco criativa): “Onde você se vê daqui a 5 anos?”, responda algo conservador, tipo:

“I see myself where the company wants me to be as well as where I see a great future for both of us”. Você respondeu a pergunta? Sim e não.

A obrigação do gerente de RH é fazer você passar pelo teste, pois há 400 outros que ele precisa desclassificar. Lembre-se que ele é o “psicólogo” ou “vidente” que sabe tudo sobre pessoas após um encontro de 5 minutos. Não dê motivos para dar uma impressão questionável, help him help you.

O Hiring Manager

Essa sim é a pessoa mais importante do processo! Essa é a pessoa na qual você vai investir sendo original, único e mostrando que você é a pessoa certa que a empresa precisa para contratação. Essa é a pessoa que você vai impressionar com o seu potencial (não com o seu passado).  É nesse ponto que a convicção é importante, onde você deve exibir todo o know-how que possui, focando especialmente em como você se encaixa nos objetivos da empresa, principalmente nos objetivos financeiros.

As empresas precisam de talento; talento não existe em abundância.

Ao contrário do que muitos falam sobre a quantidade de pessoas que existem buscando emprego e que você está competindo com outros 400, a maioria das pessoas que está buscando emprego não é qualificada. Se no dia da sua entrevista você conseguir se comportar exatamente como eles querem, respondendo o que eles querem ouvir e não se saindo como um risco potencial para contratação, você estará à frente de muitos!

Boa sorte!