E se eu lhe disser que 70% do resultado das entrevistas da cidadania estão totalmente relacionados à sua preparação emocional?

Pois é, o grande engano daqueles que memorizam as 100 perguntas de história e cívica dos Estados Unidos e o vocabulário de leitura e escrita, é acreditar que somente isso bastará para que o entrevistador os aprove para a tão sonhada cerimônia de cidadania.

O fator emocional é sem dúvida alguma o mais importante pois já presenciei casos em que o entrevistado acabou sendo reprovado por nervosismo e consequentemente por não saber agir com calma diante de uma pergunta mal compreendida.

Os entrevistadores estão ali para fazer 10 perguntas apenas, pedir que o candidato leia uma frase, escreva outra e para verificar algumas informações que você preencheu em seu formulário. Eles têm um tempo limite para cada entrevistado e querem que mais pessoas consigam passar pela entrevista e tornem-se cidadãos americanos. (muitos deles já passaram pelo mesmo processo anteriormente pois foram imigrantes).

Vamos às dicas importantes para que esse processo de naturalização ocorra da forma mais tranquila e natural possível:

  1. Confira a data, horário e local da sua entrevista, deixando esse lembrete em local visível para evitar equívocos e atrasos;
  2. Verifique até a véspera da sua entrevista se TODOS os documentos listados na convocação estão devidamente separados;
  3. Leve com você TODOS os documentos e provas enviados quando você fez o seu pedido de Green Card. Se o entrevistador pedir, você estará preparado para providenciar documentos antigos e outros mais atuais;
  4. Desmarque outros compromissos antes e depois para evitar outro tipo de preocupação;
  5. Descanse bem na véspera e procure alimentar-se bem e leve para evitar possíveis desconfortos no dia de sua entrevista;
  6. Vista-se adequadamente pois trata-se de um passo importante da sua vida nos Estados Unidos;
  7. Caso julgue apropriado no seu caso, utilize chás calmantes, florais ou remédios calmantes para auxiliá-lo na questão emocional;
  8. Respire devagar e perceba a sua respiração para que seu cérebro possa receber oxigênio e consequentemente minimizar o nervoso e aumentar sua compreensão;
  9. Durante a entrevista, caso não tenha compreendido uma pergunta (seja o teste ou pessoal), não tenha receio de pedir que o entrevistador repita a pergunta para que você possa pensar novamente e fornecer a resposta desejada (Excuse me? / Could you repeat it please? / Do you mind repeating that for me? / I’m sorry but I didn’t understand);
  10. Confie no que você já sabe. Acredite em você e visualize-se recebendo a carta de aprovação e depois sua cerimonia de cidadania (nossos pensamentos podem ser grandes aliados nessa hora).

A decisão de se tornar cidadão é muito importante e o momento da entrevista pode ser encarado de forma positiva e tranquila se você quiser e permitir.


Quer saber mais sobre Imigração? Curta nossa página do Facebook.