Muitos imigrantes brasileiros nos Estados Unidos contemplam ingressar em uma universidade.  Para muitos a dificuldade não é o visto, procedimento ou documentação, mas sim o desafio de ingressar após vários anos sem estudar.  Se você é um deles e se considera “passado da idade”, esse artigo é para você.

Todas as universidades aceitam os exames de entrada  SAT ou ACT (mais ou menos como o ENEM).  Você pode escolher qual dos dois fazer pois cada exame é focado numa área ou aptidão diferente.  Porém se você não quiser fazer esse exame porque a idéia de fazê-lo juntamente com adolescentes não lhe agrada ou por ter que estudar matérias as quais você já nem lembra mais ou considera irrelevantes, existem inúmeras universidades que não mais o requerem.  A George Washington University é uma das mais prestigiadas e que recentemente adotaram não requerer o exame.  Atualmente cerca de 800 universidades já não requerem o exame.

Você precisa porém se informar quais são os requisitos que cada universidade poderá então pedir. Universidades poderão também alegar que ao não requererem o teste, eles passem mais tempo avaliando seus candidatos para admissão.  Outras universidades não requerem por estratégia de marketing, ou seja, utilizam esse quesito para atrair mais alunos.

Eu passei exatamente por essa experiência.  Terminei o “ginásio” ou nível secundário em 1987 aos 19 anos.  No ano 2000, aos 32 anos, eu me encontrava nos Estados Unidos prestando o SAT  em uma escola juntamente com outros alunos recém formados do High School.  A faixa etária dos que prestavam o exame era 18 anos.  Eu me senti um pouco “fora de lugar”. A pontuação que consegui foi aceitável, afinal eu havia terminado o “científico” com a maioria das notas “C” ou 60% de aproveitamento portanto não esperei que fosse obter uma pontuação tão alta.  Foi o suficiente para entrar num “Community College”, onde cursaria os dois primeiros anos e onde o custo era bem mais em conta do que numa universidade.  Eu poderia ter aplicado para o Community College sem ter feito o SAT, mas teria que tomar mais classes (mais de 60 créditos).

Ao final da história, me formei em menos de 4 anos, trabalhando “full time” e com notas excelentes numa universidade muito boa.  Não há idade certa ou errada!  O que precisa haver é uma determinação e um plano.  Escolhendo ou não fazer exames de admissão de entrada como o SAT ou ACT, você deve continuar alimentando a possibilidade de obter um diploma universitário.

Boa sorte!

Posts relacionados: Como obter bolsa de estudos; Ótimas notícias do governo americano para estudantes; Bolsa de Estudos de Inglês em Fort Lauderdale


Quer saber mais sobre formação e educação? Curta nossa página do Facebook.