Vamos falar das vantagens trazidas pela pandemia?

Das desvantagens e tristezas trazidas pelo Covid-19 nós já sabemos e nem precisam ser enumeradas.  Na verdade gostaríamos mesmo é de esquecer que elas ainda existem … e são muitas.  Mas não podemos ignorar os benefícios que o distanciamento social, apesar dos pesares, nos trouxe.  Isso nos ajuda a manter o foco e seguir em frente até que tudo se acomode.

Paradoxalmente, a comunicação de um modo geral trouxe mais pessoas ao nosso convívio pessoal do que poderíamos sequer  imaginar.  As distâncias “diminuíram” para aqueles que tem o privilégio de contar com computadores, smartphones e internet.  Sabe-se que essa comodidade não abrange todos os setores produtivos da sociedade, mas esse é um dos segmentos que está conseguindo esperar a volta ao novo normal e de certa forma tem ajudado vários outros segmentos a seguirem em frente também.

E é exatamente desse setor que estão chegando pessoas que tem entrado virtualmente em nossas casas. Os encontros, mesmo os de negócios, possibilitaram que as pessoas conhecessem um pouco do outro lado do cotidiano dos seus colegas de trabalho, amigos, clientes e fornecedores.

Não faltam tutoriais, palestras e webinars que tem ajudado pessoas a ajustarem-se à nova realidade, desde como criar uma conta em plataformas de comunicação tais como o Zoom, até a como se comportar em frente às telinhas.  No setor de negócios, o Toastmasters cumpre um papel importantissimo e agora – mais do que nunca – essencial para aqueles que precisam projetar uma imagem profissional e se destacar como bons palestrantes, vendedores, e líderes de um modo geral.

E o que é o Toastmasters?

O Toastmasters International (*) é uma organização educacional sem fins lucrativos, que ensina habilidades de falar em público e de liderança por meio de uma rede mundial de clubes.

Pois bem: se essas reuniões presenciais dos clubes do Toastmasters são frequentadas por pessoas que querem treinar para se sentirem confortáveis ao falar em público, agora o desafio é ajudar essas pessoas a se sentirem à vontade em frente às câmeras também.   A desenvoltura durante um bate papo  informal não é difícil, mas a naturalidade que se requer numa reunião de negócios, nem sempre é obtida com a mesma facilidade.

Detalhes que saltam aos olhos de qualquer pessoa que conhece as técnicas de aprimoramento usadas pelo Toastmasters, agora tornam-se bem mais visíveis durante reuniões virtuais que requerem um pouco mais de formalidade ou desenvoltura. Vícios de dicção, maneirismos, espaços mudos longos entre frases, repetição desnecessária de certos vocábulos, postura, etc. são percebidos claramente nas grades virtuais, mesmo por aqueles que não conhecem tais técnicas.

Para um clube cujas reuniões envolvem aperto de mão, contato visual, assentos próximos e oratória, permanecer ativo durante uma pandemia de distanciamento social foi um ajuste que já aconteceu e com muito sucesso.

Toastmasters no Sul da Flórida

Conversei com Evaldo Bezerra do Amaral, fundador do 1st US Portuguese Toastmasters Club.  Ele confirmou que os dois clubes no Sul da Flórida dedicados à comunidade brasileira, num total de 35 membros continuam ativos e as reuniões tem sido online com a junção temporária dos membros de ambos os clubes.  Eu já tive o prazer de frequentar as reuniões do primeiro clube em Boca Raton no passado e minha experiência eu tive o prazer de relatar neste artigo.

Evaldo me contou também que brevemente haverá uma reunião virtual, onde estarão presentes representantes de clubes onde o idioma predominante é o Português, ou seja: Brasil, Portugal, Moçambique, Cabo Verde e Angola.

E agora que você depende de uma camera pra fazer suas apresentações?

Para aqueles que estiverem interessados em saber mais detalhes sobre o Toastmaster para brasileiros, é só acessar uma dessas páginas:

1st US Portuguese Toastmasters: https://www.facebook.com/groups/1stUSPortugueseToastmasters/
Brazilian Toastmasters: https://www.facebook.com/braziliantoastmaster/

Se antes a distância era um empecilho para se ir ao clube, esse problema deixou de existir – pelo menos por enquanto.  Ou quem sabe continue como uma opção para aqueles que residem em cidades distantes? O tempo dirá.

(*) Sediado em Englewood, Colorado, o número de membros da organização Toastmasters International excede 358.000 em mais de 16.800 clubes em 143 países. Desde 1924, a Toastmasters International ajuda pessoas de diversas origens a se tornarem oradores, comunicadores e líderes mais confiantes.