Cidadania sem falar inglês ou fazer prova? É possível?

Jul 23, 2015 | Viver no Exterior e Imigração

Portadores do green card, que é o documento legal que autoriza a residência legal nos Estados Unidos, são agraciados com uma série de benefícios.  Além da entrada e saída sem restrições dos Estados Unidos, e da capacidade de trabalhar para qualquer empregador nos Estados Unidos, facilidade na obtenção de crédito nas compras financiadas, dentre outros.

Um dos maiores benefícios de ser portador de um green card é a possibilidade de se tornar cidadão americano mesmo sem ter nascido em solo americano. Pessoas que obtiveram residência legal nos EUA por meio de casamento e que continuam casadas com cidadão americano são elegíveis para obtenção da cidadania após 2 anos e 9 meses da obtenção da residência legal, e cumprimento do período de presença física nos EUA. Para os outros que obtiveram green cards por outros processos, ou pessoas que obtiveram o green card por casamento mas se divorciaram antes de receber a cidadania, podem pleitear a cidadania com 4 anos e 9 meses da data de obtenção do green card e cumprimento do período de presença física nos EUA.

Apesar do green card permanente durar por 10 anos e ser renovável indefinidamente, apenas a obtenção da cidadania é permanente. Se é tão vantajoso, por que tantas pessoas protelam a candidatura à cidadania americana? A causa número um é o medo de não passar no teste de língua inglesa e conhecimento cívico.

A prova cívica é composta de 5 perguntas extraídas de 100 perguntas disponiveis no site da imigração para preparação para a prova, e que contém perguntas a respeito de fatos históricos, e atualidades como senadores e deputados eleitos, capital do estado de residência, e nome do governador. A prova de inglês é composta de perguntas simples que podem ser respondidas com poucas palavras.

Simples, mas ainda sim intransponível para algumas pessoas. Em vista disso, a imigração norte-americana oferece isenção do requisito da prova de inglês para algumas pessoas que se enquadram nas seguintes categorias:

  • Pessoas com mais de 50 anos de idade, e que são residentes legais há pelo menos 20 anos; ou
  • Pessoas com mais de 55 anos, e que são residentes legais há pelo menos 15 anos.

Nesses casos os candidatos a cidadania fazem a prova de conhecimentos cívicos no seu idioma, desde que leve um intérprete que fale inglês e no caso português.

Pessoas com mais de 65 anos e que são residentes legais há, pelo menos, 20 anos recebem consideração especial por parte do agente de imigração durante a prova cívica.

Finalmente indivíduos que possuem uma condição de saúde física ou psicológica determinada por avaliação médica ou por psicológo licençiado recebem isenção de ambas examinações. Para receber tal benefício, é preciso preencher o formulário N-648 Medical Certification for Disability Exceptions, e enviar o documento para a imigração junto com o pedido de cidadania.

Se você ou alguém que você conhece está “enrolando” para fazer a prova de cidadania, não deixe de enviar a sua pergunta relacionada a pedido de cidadania para imigracao@brasileirinho.com para que você ou esse alguém possa realizar esse sonho o mais rápido possível!

Renata Castro, Esq. é advogada de imigração. Renata está disponível por E-Mail: renata@renatacastrolaw.com.