Boudoir é mais que fotografia sensual. É uma carícia na autoestima
Boudoir é mais que fotografia sensual. É uma carícia na autoestima

Se você se encaixa no grupo de pessoas curiosas (como eu!) que tudo procura rapidamente no “santo” Google, encontrará algumas definições básicas sobre o que vem a ser Boudoir (se pronuncia “buduá”)

  • Uma palavra francesa que significa um quarto privado ou espaço íntimo de uma mulher.
  • Termos ligados à fotografia: fotos sensuais, fotos nuas, fotos sexys, etc.

E mais uma gama de definições que nos levam à mesma vertente: a sensualidade de um corpo.

Porém, na minha opinião, Boudoir é maior que todas as definições acima.

Elizabeth Luvith Boudoir 2Elizabeth Luvith Boudoir 3No meus quase 8 anos como fotógrafa e direcionando minha especialização para Boudoir, vejo meu trabalho com extrema delicadeza e suavidade. Imagine restaurar uma obra de arte que já está ali, feita! Mas com algumas ranhuras do tempo.   A  mão tem que ser leve, o olhar sobre a tela tem que ser preciso para não distorcer a obra. Como profissional tenho que ler a pessoa que está diante de mim, ajudá-la a abrir essa pequena janela para si mesma, retirar essas camadas, essa ranhura que se foi acumulando com o tempo e mostrar suas verdadeiras cores.

Meu primeiro trabalho de Boudoir foi nada mais e nada menos que com uma linda mulher de 66 anos, que por décadas não se sentia confortável diante de uma câmera; como ela mesma expressou, passou parte da vida se escondendo atrás de pessoas na hora da foto de família.  Em suas próprias palavras:  “Era só o pescocinho esticado Liz, e assim um meio sorriso porque eu não gosto do meu sorriso”.

 

 

Elizabeth Luvith Boudoir 1Elizabeth Luvith

Recordo que à medida que as fotos foram fluindo essa mulher cresceu; à cada imagem que eu lhe mostrava seu olhar se enchia de encantamento! E ela falou a frase mágica, a frase que todos nos deveríamos repetir todos os dias: “Eu estou me amando!”.  Diante das minhas lentes aquela mulher se revelou e depois de décadas ela se reconheceu e se amou, quem sabe, pela primeira vez!  Ela diz que aquela experiência mudou a sua vida.  Eu digo que ela mudou a minha também.

Fotografo mulheres “size 0” a “size 20”, adultas e também maduras.  O mais incrível é que todas elas, sem exceção, compartilham a mesma insegurança e vivem com um carrasco chamado: espelho.  Vou abrir um parêntesis: quem já ouviu a frase: “o espelho não mente”? Bom, me alegro ao dizer que o espelho pode mentir sim, o espelho com distorção pode acrescentar dois “sizes” à sua figura e vice-versa, então antes de achar-se uma batata, verifique a veracidade do seu espelho.

Elizabeth Luvith Boudoir 5Minha câmera se transformou num divã …

Quando solicitei permissão a algumas clientes para publicar as fotos neste artigo, fiquei surpresa com a receptividade positiva e principalmente com comentários tão carinhosos, tais como:

“Antes eu guardava em minha imagem as marcas da vida em preto e branco. Depois, suas lentes mostraram que a vida pode ser colorida quando revelada com amor”

“Depois das nossa sessão, me senti poderosa, dona na minha pele, dona meu corpo. Vi pela primeira vez uma beleza em mim que sempre esteve ali.  Você capturou e me revelou isso”

“Eu sou outra! Caminho diferente, me visto diferente, abracei uma sensualidade que eu desconhecia, eu me vi linda e me sinto segura em tirar a roupa e também em vesti-la”

Fotografar alguém vestido ou semi-nu é um desafio para qualquer profissional sensível ao motivo da foto.  Poucas pessoas se sentem confortáveis diante de uma lente direcionada para si.  Nós estamos propensos a criticar duramente e no momento da fotografia, nos sentimos expostos. Estamos focando em modelos de beleza impostos pela mídia, pela publicidade, porém eles estão bem acima das nossas expectativas … até porque não são reais.

boudoir e mais que fotografia sensual e uma caricia na autoestima 6

 

Para mim, cada sessão de Boudoir se transforma numa terapia, num encontro.  É quase um abraço de reconciliação. É quando essa pessoa se abraça na sua individualidade, abraça suas diferenças, suas peculiaridades do corpo e da alma, como quando se é criança e se faz as pazes com sua melhor amiga e ela volta a ser a mas linda de todas para sempre.

 

 

 


Quer saber mais sobre Fotografia? Curta nossa página do Facebook.

Elizabeth já na sua juventude direcionou sua vida para as artes. Primeiro apaixonou-se por poesia e depois dedicou-se a pintura a óleo sobre tela.  A vontade de observar o ser humano já estava presente e inspirada pelas poucas fotos de família entendeu a importância de imortalizar um rosto, um gesto, um momento.  Iniciou seus estudos em fotografia em 2009 e desde então continua diariamente aprendendo e dedicando sua vida a arte de imortalizar amores, sorrisos e emoção. Apaixonada por fotografia, acredita que capturando a beleza da diversidade humana, pode com seu trabalho construir sentimentos bons e apreciação de diferentes belezas. Seu lema de vida é: abrace sua diversidade, apaixone-se por si mesmo em todos os tamanhos e formatos.  Você é único. Para contato: (954) 899-0204 ou luvithstudio@gmail.com.

10 Comments

  1. Gilmar biacio

    Registros lindos em fotos…parabéns…

    Reply
    • Liz

      Obrigada Gilmar Biacio! Para mim é sempre uma honra fotografar e expor a beleza que existe em todos nos!

      Reply
  2. Sueli Almeida

    Adorei o artigo Elizabeth e tbm as imagens, realmente em alguns momentos da vida esquecemos nosso ” glamour” e vc conseguiu resgatar novamente nessas mulheres. Parabéns e sucesso …

    Reply
    • Liz

      Obrigada Sueli, muito bem observado! Não podemos esquecer o nosso glamour!Ele faz bem aos olhos e também ao coração! Beijos!

      Reply
  3. Clea Alves

    Amiga que matéria maravilhosa. Parabéns pelo talento.
    Seu trabalho confere a mulher o prazer de se olhar sem precisar de espelhos .

    Reply
    • Liz

      Obrigada pelas lindas palavras, minha querida Clea!

      Reply
  4. luely souza

    Parabens vc e uma artista infinitamente talentosa cheia de luz e inspiracao ,amei a materia e as fotos nem se fala ,obrigada por amar o que vc faz e faz com tanta excelencia. Amei a materia showww!!

    Reply
    • Liz

      Muito obrigada querida Luely, é um privilegio receber um elogio de uma grande makeup artist como voce!

      Reply
  5. Ligia

    Ta ai todas podemos ser lindas.
    Muito legal o artigo da Elizabeth
    Pessoas podem ser o que quiserem atraz destas lentes certo?

    Reply
    • Liz

      Obrigada Ligia! e sim ha uma beleza natural em cada uma de nós! beijos!

      Reply

Comentarios?

Your email address will not be published.